BLOG
17/11/2017 Brasileiros já investiram 50 milhões de euros com o Visto Gold em 2019

Mudar para Portugal faz parte dos planos de milhões de brasileiros. O país, considerado um dos mais seguros do mundo para se viver, oferece muitos benefícios migratórios e pouca burocracia para quem deseja empreender no país.

Dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) mostram que este ano, de janeiro a abril, já foram investidos 50,5 milhões de euros pelos brasileiros. Mesmo com um decréscimo em comparação com os dados de 2018, os brasileiros continuam a ser a segunda nacionalidade que mais beneficia do Visto Gold, depois da China.

Desde 2012, inicio do programa, Portugal já concedeu mais de 700 Autorizações de Residência para atividade de Investimento (ARI), também chamados de Visto Gold, a cidadãos de origem brasileira.

O Golden Visa ou ARI tem por objetivo atrair estrangeiros que desejam investir no país. Ele concede residência provisória aos que, dentre outras formas, optem pelo investimento de 500 mil euros em imóveis.

O visto garante pelo menos cinco anos de residência temporária, com permissão para trabalhar em Portugal e livre circulação pelo espaço Schengen (26 países europeus). Após os cinco primeiros anos é possível solicitar cidadania portuguesa para o investidor e sua família.

Outro ponto atrativo para brasileiros é o baixo custo de vida, que chega a ser 50% menor em relação ao Brasil. Transporte e saúde pública também são serviços de qualidade no país.

Além das políticas de incentivo, do regime fiscal para residentes não-habituais, do idioma e clima, os números do mercado imobiliário português também despertam o interesse dos investidores.

Além disso, Portugal possui o maior retorno sobre investimentos imobiliários de toda a Europa Ocidental, segundo dados do site de informações sobre imigração Eurodicas.

Para estrangeiros, o imóvel pode ser financiado em até 30 anos. Mas o tempo de financiamento somada à idade do comprador não pode superar 75 anos. As prestações de pagamento podem ser acordadas como fixas ou variáveis. As variáveis são mais utilizadas, embora o valor a ser pago possa tanto aumentar quanto diminuir. Já as parcelas fixas preveem o exato valor de pagamento do início ao fim do contrato.

Fonte: https://www.mundolusiada.com.br/economia/brasileiros-ja-investiram-50-milhoes-de-euros-com-o-visto-gold-em-2019/


Para obter mais detalhes sobre este e outros assuntos, prossiga e realize uma consulta especializada conosco.
Logo